NORMAS DE DESEMPENHO

Em julho de 2013, entrou em exigência o atendimento aos requisitos da Norma de Desempenho (ABNT NBR 15.575:2013), para edificações residenciais.
A principal característica da NBR 15.575 é sua concepção com base no conceito de desempenho, ou seja, quais as propriedades que um edifício ou sistema deve apresentar quando em utilização – comportamento de uso – e não só com a forma com a qual foi construído.
O Sinduscon-NH, firmou convênio em 2012 com o Instituto Tecnológico de Desempenho – itt Performance, da Unisinos, para implementação da Norma de Desempenho de Edificações em Novo Hamburgo, nas empresas que aderiram ao projeto.
O objetivo foi elaborar, planejar e executar ações para a implementação dos requisitos de desempenho estipulados pela norma, envolvendo toda a cadeia de fornecedores da construção civil – construtor, projetista, responsáveis técnicos e fornecedores de um modo geral.
O projeto teve as seguintes etapas:
  • Diagnóstico da situação atual – processo de projeto, técnicas e sistemas construtivos utilizados, materiais empregados, orçamentação, avaliação pós ocupação, Manual de Uso, Operação e Manutenção;
  • Modelagem deste processo e identificação das ações a serem realizadas para implementar a norma de desempenho;
     
  • Ensaios em protótipos no local de aplicação;
  • Simulações em programas computacionais dos sistemas;
  • Discussão com os envolvidos e definição dos sistemas a serem implantados;
  • Ensaios em sistemas reais, a partir da implantação do Centro de Referência em Avaliação de Desempenho para Sistemas Construtivos – Unisinos;
  • Estabelecer a relação com o BIM;
  • Acompanhamento e organização da implantação nas empresas envolvidas das modificações.
Os ensaios foram realizados através de protótipos construídos pelo Sinduscon-NH, junto ao itt Performance, simulando os sistemas construtivos usados pelas empresas que aderiram ao projeto, nas condições de exposição reais.
Os requisitos avaliados são:
  • desempenho estrutural;
  • segurança no uso e na operação;
  • estanqueidade;
  • desempenho térmico;
  • desempenho acústico;
     
  • desempenho lumínico;
  • durabilidade e manutenibilidade;
  • saúde, higiene e qualidade do ar;
  • funcionalidade e acessibilidade;
  • conforto tátil, antropodinâmico;
  • adequação ambiental.
Também fizeram parte do programa:
– check list do projeto: conjunto de planilhas para auxiliar a incorporadora / construtora a contratar e exigir dos projetistas todos os aspectos que devem estar conformes para que os projetos atendam a Norma de Desempenho;
– projeto de fachadas: projeto padrão com as especificações mínimas de um projeto de fachada, aumentando a segurança e vida útil do sistema;
– projeto de impermeabilização: projeto padrão com as especificações mínimas de um projeto de impermeabilização, aumentando a segurança e vida útil do sistema;
Manual de Uso, Operação e Manutenção pela Unisinos (acompanham esta ação o professor Dr. Bernardo Tutikian, o mestrando eng. Civil Roberto Christ e os alunos da graduação do curso. Pelo Sinduscon-NH, o projeto é coordenado pela Diretora Técnica arquiteta Anelise Gehlen Luvizon.